Padaria assume culpa após casal de mulheres ser discriminado

0

Clientes foram abordadas por funcionária que também se dizia gay. Na véspera de Natal, empresa se desculpou pelo episódio.

A padaria Delícia de Perdizes, localizada na zona oeste de São Paulo, se retratou no último domingo (24/12) e pediu desculpas por um caso de preconceito registrado no estabelecimento envolvendo um casal de clientes mulheres e uma funcionária.

A situação ocorreu no sábado (23), mesmo dia em que Tatit Brandão publicou em seu perfil no Facebook um relato de que ela e a companheira teriam sido abordadas por uma funcionária por estarem se beijando dentro do estabelecimento. Outros dois clientes já teriam reclamado da cena, o que fez com que o gerente da padaria convocasse a funcionária pra falar com as duas, já que ela também seria gay.

“Sofrer homofobia já é um horror sem fim. Soffer homofobia e ao mesmo tempo presenciar um assédio moral descarado entre chefe-empregada, sendo que a emrpegada sofre o mesmo tipo de opressão que você, é um horror elevado a enésima potência”, escreveu Tatit.

Um dia depois, a padaria se retratou do incidente, pedindo desculpas pelas clientes “terem passado pela degradante situação de se sentirem erradas, quando não fizeram nada mais que demonstrar o sentimento que sentem uma pelo outra”. Afirma, ainda, que a culpa não é da funcionária que as abordou ou das pessoas que se sentiram incomodada, mas a própria padaria.

 

http://www.bemparana.com.br/noticia/544810/padaria-assume-culpa-apos-casal-de-mulheres-ser-discriminado

Compartilhar.

Sobre o Autor

Comments are closed.