Domingo, 19 de Novembro de 2017
Adicionar a Favoritos RSS Facebook Linkedin Twitter Wordpress
   
Selecione abaixo:



Anuncie AQUI
Celebridades GLBT
ClicRN
Estadão
Folha on Line
Istoé
Jornal da Paraíba
Paradas gays - News
Portal de Picos
Portal Terra
Saúde
Ultimas Notícias
Outras notícias
STF vota fim da proibição de doação de sangue por homossexuais
Jovem é agredido e ameaçado de morte, em festa, por ser homossexual
Dragon Ball Super: Elenco fala sobre possibilidade de Whis e Bills serem gays
Doação de sangue e o Supremo: saúde e igualdade
Frota perde ação, diz que juiz é do movimento gay e “julgou com a bunda”

Filme gay proibido em mais de 50 países vai concorrer ao Oscar

24/10/2017:

 

Ítalo Damasceno

 

Talvez o principal artista a representar a homossexualidade masculina no século 20, Tom of Finland inventou um traço que traduz com perfeição o desejo sexual de um homem por outro. E, agora, sua vida virou filme e vai representar a Finlândia na corrida do Oscar.

O filme “Tom of Finland” (2017), de Dome Karukoski, quase não consegue sair do papel. Como ninguém queria pagar para produzi-lo, seus produtores acabaram abrindo um crowdfunding para conseguir o dinheiro necessário, acreditando no poder da comunidade gay mundial. O resultado é um longa incrivelmente benfeito, com uma história inspiradora e muito excitante.

O longa parte da participação de Tom, à época Touko Valio Laaksoneen, no exército finlandês durante a Segunda Guerra Mundial. A barra começa a pesar após o fim do conflito, pois era crime ser gay na Finlândia. No entanto, nada que uma praça pouco iluminada e um olhar atento – para ver quando a polícia estivesse se aproximando – não resolvesse.

 

Tom of Finland - (Trailer legendado em português PT)

 

A construção de uma rede de amizades para uns protegerem os outros, a complacência de algumas esposas, a violência física e psicológica sofrida até a descoberta do amor são elementos presentes no filme. Curioso que ele ainda teve de enfrentar uma grande insegurança até descobrir se o seu trabalho poderia ser considerado arte ou não, apesar de ser rentável.

 

Outro ponto de destaque sobre Tom – e que pouca gente sabe – é a sua crise com o surgimento da Aids. Ele já era um artista famoso e bem-sucedido nos EUA, mas se sentiu responsável pelas contaminações, porque seus desenhos despertavam o desejo sexual das pessoas, o que teria feito o vírus se espalhar, segundo sua cabeça.

O artista não só acaba por entender que não tem culpa, como ainda tem participação ativa nas organizações responsáveis por arrecadar dinheiro e dar suporte aos contaminados.

Por conta do tema, “Tom of Finland” já foi proibido em 50 países, o que não impediu de ser reconhecido em seu próprio espaço como a obra a representá-los no Oscar do próximo ano. É admirável o resultado conseguido pelo diretor e mais lindo descobrir que os desenhos de Tom vão além de volumes nas calças e jaquetas de couro.

 

 

https://www.metropoles.com/colunas-blogs/vozes-lgbt/filme-gay-proibido-em-mais-de-50-paises-vai-concorrer-ao-oscar

 

 

 

 

Comente esta matéria
Título: Filme gay proibido em mais de 50 países vai concorrer ao Oscar
Seu nome:
Seu Estado:
Seu e-mail:
Comentário:
Segurança: Confirme o código:
OBS.: Nos reservamos o direito de deletar toda e qualquer mensagem contendo palavões, baixarias ou até mesmo termos homofóbicos. Favor respeitar as devidas fontes de cada matéria.
Comentários
Não há comentários.