Sexta-feira, 20 de Outubro de 2017
Adicionar a Favoritos RSS Facebook Linkedin Twitter Wordpress
   
Selecione abaixo:



Anuncie AQUI
Celebridades GLBT
ClicRN
Estadão
Folha on Line
Istoé
Jornal da Paraíba
Paradas gays - News
Portal de Picos
Portal Terra
Saúde
Ultimas Notícias
Outras notícias
Fundo Brasil faz crowdfunding para apoiar a causa LGBT
OAB/DF promove palestra para discutir a diversidade de gênero
STF pode derrubar restrição à doação de sangue feita por homossexual
Atibaia, no interior de São Paulo, terá sua primeira sunset LGBT
Vila da Penha recebe 2ª Parada Gay neste domingo

Dinâmica do privilégio dá início a curso sobre Comunicação LGBT

10/10/2017:

 

Tratamento da mídia sobre grupo e termos para serem substituídos também estiveram em pauta 

 

Ministrantes e participantes do curso - Grupo Somos

 

Na manhã do último sábado, 7, em uma sala pequena, com clima despojado e um grupo reduzido de participantes, os ministrantes do curso ?Marketing e Comunicação: como não pisar na bola com LGBTs? iniciaram o workshop de três dias com a realização de uma dinâmica sobre privilégios sociais e econômicos. Ainda, foram pautados tópicos como o tratamento da mídia em relação a lésbicas, gays, bissexuais, transexuais e travestis e termos para serem substituídos em notícias.

O colunista do jornal Sul21 Gabriel Galli deu abertura ao curso com um exercício prático que tinha o propósito de provocar e levar o público à reflexão sobre o tema. Na ação, inspirada em um vídeo do portal BuzzFeed, o coordenador-geral do grupo Somos fez perguntas sobre diferentes situações de vida, na qual quem passava por momentos ruins regredia casas e, quem vivenciasse boas situações, avançava. Segundo o jornalista, a finalidade da dinâmica é perceber as grandes diferenças socioeconômicas entre os membros da sociedade.

Os integrantes discutiram a forma em que as marcas estão adotando temas LGBT. Segundo Galli, apesar da atitude ser importante, em alguns casos o discurso empregado pelas empresas é feito de maneira errônea, utilizando-se termos que reproduzem preconceitos. Como exemplo, o profissional citou a palavra homossexualismo, que remete a doenças e deve ser substituída por homossexualidade. Ao se referir às pessoas transgêneras, alertou sobre a sensibilidade dos comunicadores não perguntarem para elas a respeito de antes da transição.

No workshop, conduzido em conjunto pelo assistente de Atendimento da Paim Marcos Dantas e pelo jornalista da revista do Instituto Humanitas Unisinos (IHU) Vitor Necchi, também foram abordados assuntos como o movimento histórico LGBT e o casamento homossexual no Brasil e em outros países. A próxima aula, conforme adiantado pelos orientadores, será focada em cases positivos e negativos de campanhas publicitárias e propagandas do Conselho Nacional de Autorregulamentação Publicitária (Conar).

 

 

 

https://coletiva.net/comunicacao/dinamica-do-privilegio-da-inicio-a-curso-sobre-comunicacao-lgbt,229986.jhtml

 

 

Comente esta matéria
Título: Dinâmica do privilégio dá início a curso sobre Comunicação LGBT
Seu nome:
Seu Estado:
Seu e-mail:
Comentário:
Segurança: Confirme o código:
OBS.: Nos reservamos o direito de deletar toda e qualquer mensagem contendo palavões, baixarias ou até mesmo termos homofóbicos. Favor respeitar as devidas fontes de cada matéria.
Comentários
Não há comentários.