Adicionar a Favoritos RSS Facebook Linkedin Twitter Wordpress
   
Selecione abaixo:



Anuncie AQUI
Celebridades GLBT
ClicRN
Estadão
Folha on Line
Istoé
Jornal da Paraíba
Paradas gays - News
Portal de Picos
Portal Terra
Saúde
Ultimas Notícias
Outras notícias
STF vota fim da proibição de doação de sangue por homossexuais
Jovem é agredido e ameaçado de morte, em festa, por ser homossexual
Dragon Ball Super: Elenco fala sobre possibilidade de Whis e Bills serem gays
Doação de sangue e o Supremo: saúde e igualdade
Frota perde ação, diz que juiz é do movimento gay e “julgou com a bunda”

Polícia chechena deteve mais de 100 homens por serem homossexuais

03/04/2017:

 

A polícia chechena deteve mais de 100 homens, alegadamente por serem homossexuais, e pelo menos três terão morrido, revelou o jornal russo Novaya Gazeta.

 

Marcha de ativistas dos direitos LGTBI em São Petersburgo, 2013

OLGA MALTSEVA/AFP/Getty Images

 

A polícia chechena deteve mais de cem homens, alegadamente por serem homossexuais, e pelo menos três terão morrido, revelou o jornal russo Novaya Gazeta.

O jornal, que só divulgou a reportagem no sábado, admitiu ter encoberto informações da operação policial, depois de as ter confirmado com fontes oficiais na polícia e no governo daquele território.

Um porta-voz oficial do presidente daquela república russa do Cáucaso, Ramzan Kadyrov, já rejeitou a veracidade da reportagem, afirmando que não existem homossexuais na região, maioritariamente muçulmana.

O porta-voz, Ali Karimov, afirmou, citado pela agência RIA Novosti: “É impossível perseguir aqueles que não existem na república”.

O regime de Kadyrov é acusado de graves violações dos direitos humanos e de ter introduzido o islamismo no quotidiano dos chechenos.

 

 

 

http://observador.pt/2017/04/02/policia-chechena-deteve-mais-de-100-homens-por-serem-homossexuais/

 

 

 

Comente esta matéria
Título: Polícia chechena deteve mais de 100 homens por serem homossexuais
Seu nome:
Seu Estado:
Seu e-mail:
Comentário:
Segurança: Confirme o código:
OBS.: Nos reservamos o direito de deletar toda e qualquer mensagem contendo palavões, baixarias ou até mesmo termos homofóbicos. Favor respeitar as devidas fontes de cada matéria.
Comentários
Não há comentários.