Terça-feira, 24 de Outubro de 2017
Adicionar a Favoritos RSS Facebook Linkedin Twitter Wordpress
   
Selecione abaixo:



Anuncie AQUI
Celebridades GLBT
ClicRN
Estadão
Folha on Line
Istoé
Jornal da Paraíba
Paradas gays - News
Portal de Picos
Portal Terra
Saúde
Ultimas Notícias
Outras notícias
Piso Em Manta Preto Pvc Emborrachado 3mm academia por apenas 31,00m
Número de homicídios contra homossexuais cresce em Alagoas
PSol elege primeiro gay a ocupar presidência de partido no DF
Sam Smith: "Sinto-me tanto mulher como homem"
AccorHotels ativa rúgbi com treino aberto de time LGBT

Senador alega que vídeo homofóbico era brincadeira

20/03/2017:

 

KARINE MIRANDA
Gazeta Digital

 

O senador José Aparecido dos Santos, o Cidinho (PR), garantiu que o vídeo que viralizou nas redes sociais em que conversava com o deputado federal Victório Galli (PSC) sobre o sexo dos personagens da Disney não passava de uma “brincadeira” e que o assunto “está sendo levado muito a sério”.

A declaração foi dada após a Defensoria Pública de Mato Grosso anunciar que deve ingressar com uma ação civil pública por dano moral coletivo, requerendo a condenação por incitação à homofobia do senador e também do deputado Galli.

Para o senador, o risco de ser acionado por homofobia não o preocupa. “Não sou homofóbico, não discrimino ninguém por religião, raça, sexo, cor ou opção Sexual. O vídeo trata-se apenas de uma brincadeira em função das declarações públicas e conhecidas do Victório Galli”, disse.

No vídeo, ambos os parlamentares comentam sobre a suspeita de homossexualidade do personagem de desenho animado Mickey Mouse que, na avaliação da Defensoria Pública, foi feita usando tons pejorativos em relação à homossexualidade.

Em uma das declarações, os parlamentares disseram que a Disney seria um “zoológico de veado” e usam o termo “barbudo com barbudo” para citar uma relação homossexual.

Ainda segundo Cidinho, a repercussão do vídeo foi maior do que necessária.

“Não postei vídeo em redes sociais e nem o divulguei. Apenas enviei para o nosso grupo do Whatsapp da bancada. As pessoas estão levando as coisas muito a sério. Temos mil outros problemas para resolver e estamos trabalhando muito. Não podemos perder tempo com coisa tão pequena”, encerrou.

 

Veja o vídeo aqui

 

http://www.folhamax.com.br/politica/senador-alega-que-video-homofobico-era-brincadeira/118103

 

 

 

 

Comente esta matéria
Título: Senador alega que vídeo homofóbico era brincadeira
Seu nome:
Seu Estado:
Seu e-mail:
Comentário:
Segurança: Confirme o código:
OBS.: Nos reservamos o direito de deletar toda e qualquer mensagem contendo palavões, baixarias ou até mesmo termos homofóbicos. Favor respeitar as devidas fontes de cada matéria.
Comentários
Não há comentários.