Adicionar a Favoritos RSS Facebook Linkedin Twitter Wordpress
   
Selecione abaixo:



Anuncie AQUI
Celebridades GLBT
ClicRN
Estadão
Folha on Line
Istoé
Jornal da Paraíba
Paradas gays - News
Portal de Picos
Portal Terra
Saúde
Ultimas Notícias
Outras notícias
STF vota fim da proibição de doação de sangue por homossexuais
Jovem é agredido e ameaçado de morte, em festa, por ser homossexual
Dragon Ball Super: Elenco fala sobre possibilidade de Whis e Bills serem gays
Doação de sangue e o Supremo: saúde e igualdade
Frota perde ação, diz que juiz é do movimento gay e “julgou com a bunda”

CNBB faz manual contra aborto e adoção por gays

24/07/2013:

 

No kit distribuído aos jovens inscritos na Jornada Mundial da Juventude (JMJ), além do Guia do Peregrino, foi incluído o Manual da Bioética, da Comissão Nacional da Pastoral Familiar, vinculada à Conferência Nacional dos Bispos do Brasil (CNBB), que expõe o ponto de vista da Igreja Católica em relação a vários temas controversos e reforça a posição contrária ao aborto e à adoção de crianças por casais do mesmo sexo.



O compêndio discute temas como concepção, pesquisa com embrião, reprodução assistida, diagnóstico pré-natal, doação de órgãos e eutanásia com argumentos científicos, além de religiosos. No item sobre aborto, alerta que “a expressão interrupção da gravidez mascara a realidade, ocultando a morte do principal interessado: a criança”. Desenhos das várias etapas da gestação ilustram o capítulo, que detalha os diferentes métodos de aborto.



Apesar da condenação, a publicação diz que, “depois de um aborto, a mulher deve ser amparada, pois pode estar numa grande solidão e ter um sentimento de culpa e precisará construir o seu futuro aceitando incluir aquele acontecimento”. O texto defende a preservação do feto também nos casos de estupro: “A mãe tem de ser muito bem acompanhada depois de tal traumatismo, mas matar a criança não anula o drama. É juntar um drama a outro".



No capítulo “A teoria do gênero”, o manual nega que a rejeição à adoção de uma criança por casais do mesmo sexo seja homofobia. “Não (representa homofobia), porque a questão é outra. Ter um filho não é um direito. O filho não é um bem de consumo (...) É preciso um homem e uma mulher para gerar um filho.” O manual, bastante didático, é uma “versão especial JMJ”, como diz a introdução assinada pelo arcebispo do Rio, d. Orani Tempesta, e pelo presidente da Fundação Jérôme Lejeune, Jean-Marie Le Mene. A instituição faz pesquisa e atendimento a pessoas com deficiências genéticas.
Luciana Nunes Leal.

 

R7

 

Comente esta matéria
Título: CNBB faz manual contra aborto e adoção por gays
Seu nome:
Seu Estado:
Seu e-mail:
Comentário:
Segurança: Confirme o código:
OBS.: Nos reservamos o direito de deletar toda e qualquer mensagem contendo palavões, baixarias ou até mesmo termos homofóbicos. Favor respeitar as devidas fontes de cada matéria.
Comentários
Não há comentários.