Quarta-feira, 18 de Outubro de 2017
Adicionar a Favoritos RSS Facebook Linkedin Twitter Wordpress
   
Selecione abaixo:



Anuncie AQUI
Celebridades GLBT
ClicRN
Estadão
Folha on Line
Istoé
Jornal da Paraíba
Paradas gays - News
Portal de Picos
Portal Terra
Saúde
Ultimas Notícias
Outras notícias
Homem tortura até a morte filho da namorada por achar que ele era gay
Vereador muda o tom e pede desculpas à sociedade e até ao arcebispo
Mensagem na Faculdade de Direito da Ufba fala em ‘matar todos os gays’
Entidades reagem à fala de vereador e cobram ações em favor de comunidade LGBT
Ativista russo denuncia perseguição e tortura contra gays na Chechênia

Obama pede diretamente à Suprema Corte apoio ao casamento gay

25/02/2013:

 

TNOnline FolhaPress



SÃO PAULO, SP, 23 de fevereiro (Folhapress) - O governo de Barack Obama pediu ontem formalmente à Suprema Corte do país a revogação de uma lei que determina, em nível federal, que o casamento pode ser apenas a união entre um homem e uma mulher.


O pedido foi encaminhado pelo Executivo americano em uma carta enviada aos nove membros da instância, que devem avaliar entre os próximos dias 26 e 27 de março a questão polêmica do abertura do casamento à comunidade homossexual por meio da revogação do "Defense of Marriage Act" (Doma, na sigla em inglês), ou Lei de Defesa do Casamento, de 1996.
O texto afirma que um casamento só pode ser realizado entre um homem e uma mulher.
De acordo com a administração Obama, o Doma "é contrária às garantias fundamentas de igualdade perante a lei" previstas Constituição e "impede dezenas de milhares de casais homossexuais legalmente casados nos seus Estados de usufruir dos mesmos benefícios federais dos casais heterossexuais".


"Esta discriminação não pode ser justificada em nome de interesses governamentais e, por isso, a lei DOMA é inconstitucional", afirmou o executivo americano na carta assinada pelo Advogado-Geral da Casa Branca, Donald Verrilli.


O casamento gay, a despeito do Doma, já foi legalizado em nove dos 50 Estados americanos.
Obama deu, nos últimos meses, diversos sinais de que queria garantir à comunidade homossexual o acesso ao casamento, em nível local e federal. No seu discurso de posse, no dia 21 de janeiro passado, Obama afirmou, abertamente, seu apoio ao casamento gay.  

 

 

Comente esta matéria
Título: Obama pede diretamente à Suprema Corte apoio ao casamento gay
Seu nome:
Seu Estado:
Seu e-mail:
Comentário:
Segurança: Confirme o código:
OBS.: Nos reservamos o direito de deletar toda e qualquer mensagem contendo palavões, baixarias ou até mesmo termos homofóbicos. Favor respeitar as devidas fontes de cada matéria.
Comentários
Não há comentários.