Domingo, 17 de Dezembro de 2017
Adicionar a Favoritos RSS Facebook Linkedin Twitter Wordpress
   
Selecione abaixo:



Anuncie AQUI
Celebridades GLBT
ClicRN
Estadão
Folha on Line
Istoé
Jornal da Paraíba
Paradas gays - News
Portal de Picos
Portal Terra
Saúde
Ultimas Notícias
Outras notícias
STF vota fim da proibição de doação de sangue por homossexuais
Jovem é agredido e ameaçado de morte, em festa, por ser homossexual
Dragon Ball Super: Elenco fala sobre possibilidade de Whis e Bills serem gays
Doação de sangue e o Supremo: saúde e igualdade
Frota perde ação, diz que juiz é do movimento gay e “julgou com a bunda”

Madonna promete contestar lei contra homossexualidade

26/03/2012:

 

Madonna prometeu desafiar uma lei recente contra a "propaganda" homossexual na cidade natal de Vladimir Putin, São Petersburgo, na sua próxima digressão pela Rússia, em Agosto, informou ontem a Reuters.


Depois de considerar, na sua página no Facebook, uma “atrocidade ridícula” a legislação que impõe multas a quem promover a homossexualidade entre menores, garantiu que ia resolver o problema durante o seu espectáculo.

“Vou a São Petersburgo para falar pela comunidade gay, para apoiar a comunidade gay”, disse. A digressão russa começa em Agosto, meses depois da abertura da sua academia particular em Moscovo, cujo nome foi tirado do álbum de 2008, “Hard Candy”.

A homossexualidade, que é punida com penas de prisão na União Soviética, só foi descriminalizado na Rússia em 1993, mas grande parte da comunidade homossexual continua escondida, por o preconceito ser forte.

A legislação foi assinada em Março pelo presidente da Câmara de São Petersburgo e aliado de Putin, Georgy Poltavchenko. A lei impõe uma multa até 17.100 dólares, a quem espalhar o que a lei denomina de “propaganda homossexual”, que pode “prejudicar a saúde, o     desenvolvimento moral e espiritual do menor de idade”, definidos naquele país como os jovens com menos de 18 anos.

A lei tem originado preocupação entre a comunidade “gay”, que teme que ela possa ser usada para reprimir as raras manifestações públicas de homossexualidade na Rússia. Activistas dos direitos dos homossexuais em Moscovo e São Petersburgo programaram duas “paradas gay” durante a digressão de Madonna, de acordo com o site GayRussia.eu.

Inúmeras tentativas de realizar protestos homossexuais em Moscovo, considerados ilegais pelas autoridades, acabaram em prisões e confrontos com vários cristãos ultra-ortodoxos, que dizem que os homossexuais devem ser punidos ou tratados em hospitais por “doença”.

 

 Jornal de Angola

 

Comente esta matéria
Título: Madonna promete contestar lei contra homossexualidade
Seu nome:
Seu Estado:
Seu e-mail:
Comentário:
Segurança: Confirme o código:
OBS.: Nos reservamos o direito de deletar toda e qualquer mensagem contendo palavões, baixarias ou até mesmo termos homofóbicos. Favor respeitar as devidas fontes de cada matéria.
Comentários
26/03/2012 21:27: paulo - RJ
ela sabe oq faz ñ e nenhuma leiga
madonna e deusa