Adicionar a Favoritos RSS Facebook Linkedin Twitter Wordpress
   
Selecione abaixo:



Anuncie AQUI
Celebridades GLBT
ClicRN
Estadão
Folha on Line
Istoé
Jornal da Paraíba
Paradas gays - News
Portal de Picos
Portal Terra
Saúde
Ultimas Notícias
Outras notícias
STF vota fim da proibição de doação de sangue por homossexuais
Jovem é agredido e ameaçado de morte, em festa, por ser homossexual
Dragon Ball Super: Elenco fala sobre possibilidade de Whis e Bills serem gays
Doação de sangue e o Supremo: saúde e igualdade
Frota perde ação, diz que juiz é do movimento gay e “julgou com a bunda”

Vídeo de campanha da Aids troca casal gay por locutores

14/02/2012:

 

 

O novo filme, mais burocrático e cheio de números do Boletim Epidemiológico da Aids, traz dois locutores — um homem e uma mulher — apresentando dados sobre a infecção entre os jovens homossexuais.

 

Brasília - O Ministério da Saúde apresentou nesta segunda-feira (13), o novo vídeo dirigido ao público jovem gay e que substituirá o filmete vetado na semana passada, que tinha cenas de dois rapazes numa boate. O novo filme, mais burocrático e cheio de números do Boletim Epidemiológico da Aids, traz dois locutores — um homem e uma mulher — apresentando dados sobre a infecção entre os jovens homossexuais.

 

O Ministério da Saúde determinou ao Programa de Aids, da própria pasta, que retirasse do ar, na semana passada, o vídeo com as cenas da relação homossexual. O material de divulgação do programa chegou a anunciar que o filme que gerou toda a polêmica seria veiculado também na TV aberta e na internet. O ministério determinou o veto e informou que o vídeo não deveria ter sido divulgado na internet e que será exibido apenas em espaços fechados frequentados por homossexuais. O vídeo oficial, com logotipo do Ministério da Saúde, foi distribuído nas redes sociais.

 

No novo vídeo, os locutores apresentam dados sobre a infecção em jovens gays e afirmam que, nos últimos 12 anos, aumentou 10% a infecção entre jovens com idades entre 15 e 24 anos. Dizem ainda que, entre jovens com idades de 13 a 19 anos, a relação é de dez mulheres infectadas para cada oito homens. O vídeo encerra com a mensagem “Aids não tem cura, previna-se”.

O vídeo está na capa do "site" do Ministério da Saúde e será veiculado em TV aberta a partir de hoje. A campanha foi batizada “No Carnaval rola de tudo, só não rola sem camisinha”. Os jovens gays são o público-alvo deste ano. O custo da campanha é de R$ 15 milhões. Na semana passada, o ministro da Saúde, Alexandre Padilha, negou que houve censura ao vídeo dos gays.

Para o presidente do Grupo Pela Vidda, de São Paulo, Mario Scheffer, a nova campanha é um improviso e, para ele, comprova que houve censura e veto à campanha original.

"É nítido que foi feito a toque de caixa. Sem apelo, sem criatividade. Certamente, é a pior campanha de Carnaval já feita em toda história do Programa de Aids do Brasil. Essa discriminação imposta aos gays, dentro do próprio governo, é co-responsável pelo crescimento da epidemia nessa população. Por isso, vamos iniciar campanha internacional denunciando a conduta vergonhosa do governo brasileiro, que viola o direito dos homossexuais à prevenção", disse Mário Scheffer.

 

 

D24am

 

Comente esta matéria
Título: Vídeo de campanha da Aids troca casal gay por locutores
Seu nome:
Seu Estado:
Seu e-mail:
Comentário:
Segurança: Confirme o código:
OBS.: Nos reservamos o direito de deletar toda e qualquer mensagem contendo palavões, baixarias ou até mesmo termos homofóbicos. Favor respeitar as devidas fontes de cada matéria.
Comentários
Não há comentários.