Adicionar a Favoritos RSS Facebook Linkedin Twitter Wordpress
   
Selecione abaixo:



Anuncie AQUI
Celebridades GLBT
ClicRN
Estadão
Folha on Line
Istoé
Jornal da Paraíba
Paradas gays - News
Portal de Picos
Portal Terra
Saúde
Ultimas Notícias
Outras notícias
STF vota fim da proibição de doação de sangue por homossexuais
Jovem é agredido e ameaçado de morte, em festa, por ser homossexual
Dragon Ball Super: Elenco fala sobre possibilidade de Whis e Bills serem gays
Doação de sangue e o Supremo: saúde e igualdade
Frota perde ação, diz que juiz é do movimento gay e “julgou com a bunda”

Gays são agredidos ao recusar táxi em aeroporto

14/02/2012:

 

Dois taxistas clandestinos foram presos hoje acusados de agredir um casal homossexual que se recusou a fazer uma corrida com eles quando saía do aeroporto internacional do Galeão, na Ilha do Governador (zona norte do Rio).

 

Segundo a Polícia Civil, o casal foi abordado por um dos taxistas, que ofereceu uma corrida. Como os dois possíveis clientes se recusaram a entrar no táxi, o motorista começou a xingar e depois a agredir o casal com socos e chutes. Um rapaz tentou interromper a briga, mas o segundo taxista também entrou na confusão e a agressão continuou. Quando uma das vítimas caiu, o segundo taxista chutou sua cabeça. A briga só parou com a chegada de seguranças e policiais. As imagens foram gravadas por câmeras de segurança do aeroporto.

 

Um dos taxistas, de 31 anos, foi preso logo após a agressão. O outro, de 41 anos, fugiu, mas foi identificado e preso hoje à noite. Eles foram indiciados por tentativa de homicídio.

A vítima agredida com chute na cabeça fraturou ossos do rosto e está internado em um hospital da Ilha do Governador. Ele não corre risco de morte.

 

Agência Estado

 

 

Comente esta matéria
Título: Gays são agredidos ao recusar táxi em aeroporto
Seu nome:
Seu Estado:
Seu e-mail:
Comentário:
Segurança: Confirme o código:
OBS.: Nos reservamos o direito de deletar toda e qualquer mensagem contendo palavões, baixarias ou até mesmo termos homofóbicos. Favor respeitar as devidas fontes de cada matéria.
Comentários
Não há comentários.