Sexta-feira, 31 de Outubro de 2014
Adicionar a Favoritos RSS Facebook Linkedin Twitter Wordpress
   
Selecione abaixo:



Anuncie AQUI
Celebridades GLBT
ClicRN
Estadão
Folha on Line
Istoé
Jornal da Paraíba
Paradas gays - News
Portal de Picos
Portal Terra
Saúde
Ultimas Notícias
Outras notícias
Confira foto do beijo gay em Two and a Half Men
Elton John diz que papa Francisco é 'seu herói'
Por que a saída do armário de Tim Cook importa para a Apple e para os negócios
B-Side Coaching realiza o marketing "fora do armário"
Boteco Vegano - cozinha sem carne

Tribunal de Mato Grosso concede adoção de criança a casal Gay

30/04/2010:

 

Desembargadora Maria Helena Povoas
 
Depois da decisão do Superior Tribunal de Justiça, que abriu jurisprudência ao permitir a adoção de crianças a um casal de Lésbicas do Rio Grande do Sul na última terça-feira, uma nova decisão dada nesta quarta-feira pela justiça do Mato Grosso concedeu adoção a um casal formado por dois homens.

A decisão unânime foi tomada pela Segunda Câmara Cível do TJ, no julgamento da apelação de um dos parceiros interessados na adoção.


Um membro do casal já detinha a guarda da criança por adoção. A criança já reside com o pai adotivo, que concorda expressamente com a extensão da paternidade ao seu companheiro. Eles estão juntos há seis anos. Laudos da assistência social que cuidou do caso comprovam o entrosamento da criança com o casal.

“De todas as discriminações de que são vítimas os Homossexuais, a negativa de reconhecimento de direito de ter filhos é a mais cruel, pois torna inviável a realização pessoal do indivíduo, que sonha em ter filho, neto e transmitir e receber amor e carinho”, acrescentou a desembargadora Maria Helena Povoas.

Ela lembrou ainda que nem o ECA e nem o Código Civil trazem qualquer restrição quanto ao sexo, estado civil ou orientação sexual do adotante.
 
Central de Notícias Gays

 

Comente esta matéria
Título: Tribunal de Mato Grosso concede adoção de criança a casal Gay
Seu nome:
Seu Estado:
Seu e-mail:
Comentário:
Segurança: Confirme o código:
OBS.: Nos reservamos o direito de deletar toda e qualquer mensagem contendo palavões, baixarias ou até mesmo termos homofóbicos. Favor respeitar as devidas fontes de cada matéria.
Comentários
Não há comentários.