Quarta-feira, 27 de Agosto de 2014
Adicionar a Favoritos RSS Facebook Linkedin Twitter Wordpress
   
Selecione abaixo:



Anuncie AQUI
Celebridades GLBT
ClicRN
Estadão
Folha on Line
Istoé
Jornal da Paraíba
Paradas gays - News
Portal de Picos
Portal Terra
Saúde
Ultimas Notícias
Outras notícias
Gays vão morar em outros países para viver a liberdade que não têm no Brasil
Everaldo Pereira fala contra casamento gay em debate e é detonado no twitter
Miley Cyrus diz que é uma "aberração" e defende apelo sexual de seu show
Lésbicas são violadas na África do Sul para mudarem orientação
Ex-jogador de futebol alemão quer montar seleção gay

Menino de 16 anos tira pênis e vira menina

05/02/2009:

 

(Alemanha) Aos 12 anos ele era Kim. Agora, aos 16, é Kim Petras, a pessoa mais jovem do mundo a mudar de sexo. A família decidiu que Kim era uma menina em um corpo de menino e desde os 12 anos, ele passou a se submeter a tratamento hormonal para se tornar uma menina.



Por decisão da justiça alemã, a cirurgia de mudança de sexo foi autorizada e realizada em segredo, no mês passado em um hospital da cidade de Frankfurt.

"A verdade é que eu sempre me senti como uma mulher" disse Kim à reportagem do jornal "The Sun."  O parecer dos psicólogos também foi unânime: Kim era "semdúvida uma menina no corpo de um menino."

O médico Bernd Meyenburg, que trata paciente com distúrbio de identidade, do Hospital da Universidade de Frankfurt, disse: "eu sempre fui contra essas operaçõesem pessoas tão jovens, mas depois de ver a felicidade dos meus pacientes eu cheguei a conclusão que, sem alguns casos, (a cirurgia) é a decisão certa".

"Kim é um desses casos - ela sempre soube o que ela queria" completou o médico.

da Redação do Toda Forma de Amor com informações do jornal "The Sun" (fotos: reprodução/The Sun)

 

Comente esta matéria
Título: Menino de 16 anos tira pênis e vira menina
Seu nome:
Seu Estado:
Seu e-mail:
Comentário:
Segurança: Confirme o código:
OBS.: Nos reservamos o direito de deletar toda e qualquer mensagem contendo palavões, baixarias ou até mesmo termos homofóbicos. Favor respeitar as devidas fontes de cada matéria.
Comentários
Não há comentários.