Domingo, 22 de Outubro de 2017
Adicionar a Favoritos RSS Facebook Linkedin Twitter Wordpress
   
Selecione abaixo:



Anuncie AQUI
Celebridades GLBT
ClicRN
Estadão
Folha on Line
Istoé
Jornal da Paraíba
Paradas gays - News
Portal de Picos
Portal Terra
Saúde
Ultimas Notícias
Outras notícias
AccorHotels ativa rúgbi com treino aberto de time LGBT
Narcos: terceira temporada revela história de traficante gay
Roteiro gay por Paris
Finn e Poe vão se assumir gays em ‘Star Wars’? John Boyega responde!
Homossexualidade? "Asquerosa", diz ministro dos Direitos Humanos

Internacional - Mais de 1,5 milhão de pessoas participam de parada Gay em Madri

02/07/2007:

Agência EFE

MADRI - Madri se vestiu com as cores do arco-íris ao sediar a 'Europride 2007', a festa do orgulho gay, que, segundo os organizadores, reuniu mais de 1,5 milhão de pessoas na capital espanhola, neste sábado.

A ministra de Cultura espanhola, Carmen Calvo, acompanhada pelos dirigentes dos dois principais sindicatos do país, da União Geral de Trabalhadores (UGT), Cándido Méndez, e das Comissões Operárias (CCOO), José María Fidalgo, abriram o evento, realizado pela primeira vez na Espanha.

Mais de 40 carros alegóricos acompanharam a passeata, com muita música e várias fantasias, das mais atrevidas e também as tradicionais de bombeiros, marinheiros, colegiais, policiais, legionários, as clássicas drag queens e até de teletubbies.

No entanto, as roupas típicas espanholas também marcaram presença.

Gays, lésbicas, bissexuais e transexuais vindos de todas as partes do mundo dividiram a festa com heterossexuais, famílias com crianças, jovens e adultos, que se reuniram no coração da cidade para saudar o evento, que teve como lema 'Agora, Europa! A igualdade é possível'.

O ambiente festivo não fez esquecer as reivindicações do grupo, expostas num manifesto lido no final da parada.

A mensagem principal foi de que desde a realização da primeira manifestação do Orgulho Gay, há 30 anos em Barcelona, foi possível um 'reconhecimento social e jurídico' que então parecia 'quase impossível', mas, apesar dos avanços, 'ainda há muito a ser feito'contra a discriminação e a homofobia.

Além disso, lembrou-se que em países como Afeganistão, Arábia Saudita, Emirados Árabes, Irã, Mauritânia, Nigéria, Sudão e Iêmen, as relações homossexuais são punidas com a pena de morte, e que, dentro da Europa, o Governo 'conservador, retrógrado, arcaico e atrasado' da Polônia persegue abertamente estas pessoas.

Houve uma menção especial aos homossexuais e transexuais da América Latina, com os quais 'temos que continuar a estreitar os laços'.

- A solidariedade internacional entre as sociedades é a única forma de expatriar a violência homofóbica - afirma o manifesto.

A festa, que começou na noite de quarta-feira, se estenderá até domingo, com o bairro de Chueca como palco principal, pelo qual se calcula que passarão mais de 2,5 milhões de visitantes.

Após o encerramento do desfile, a festa continuará na Praça da Espanha de Madri até a madrugada com atuações de artistas como Marta Sánchez.

A ministra da Cultura espanhola e os dois principais líderes sindicais criticaram a ausência de representantes da principal legenda de oposição, o conservador Partido Popular, na parada.

Carmen Calvo se mostrou orgulhosa de que Madri se transforme na capital da Europa e receba pessoas de todo o continente para celebrar a principal liberdade de uma pessoa, a liberdade sexual.

A Espanha está entre os países que legalizaram o casamento entre pessoas do mesmo sexo. Desde que a lei entrou em vigor, em 4 de julho de 2005, foram celebradas 3.340 uniões.

Destes, 2.375 foram entre homens e 965, entre mulheres.

Neste sentido, os organizadores da parada do Orgulho Gay em Madri destacaram que a escolha da capital da Espanha para a celebração é um reconhecimento aos avanços obtidos nos últimos anos no que se refere à igualdade e à dignidade dos grupos.

JB on line

 

Comente esta matéria
Título: Internacional - Mais de 1,5 milhão de pessoas participam de parada Gay em Madri
Seu nome:
Seu Estado:
Seu e-mail:
Comentário:
Segurança: Confirme o código:
OBS.: Nos reservamos o direito de deletar toda e qualquer mensagem contendo palavões, baixarias ou até mesmo termos homofóbicos. Favor respeitar as devidas fontes de cada matéria.
Comentários
08/07/2009 12:40: isaias - SP