Quinta-feira, 23 de Novembro de 2017
Adicionar a Favoritos RSS Facebook Linkedin Twitter Wordpress
   
Selecione abaixo:



Anuncie AQUI
Celebridades GLBT
ClicRN
Estadão
Folha on Line
Istoé
Jornal da Paraíba
Paradas gays - News
Portal de Picos
Portal Terra
Saúde
Ultimas Notícias
Outras notícias
STF vota fim da proibição de doação de sangue por homossexuais
Jovem é agredido e ameaçado de morte, em festa, por ser homossexual
Dragon Ball Super: Elenco fala sobre possibilidade de Whis e Bills serem gays
Doação de sangue e o Supremo: saúde e igualdade
Frota perde ação, diz que juiz é do movimento gay e “julgou com a bunda”

ONGs buscam religiosos que celebrem casamento gay

16/01/2006: Duas ONGs de Brasília e Goiânia começaram este mês a catalogar religiosos que aceitem celebrar casamentos de pessoas do mesmo sexo. A intenção é formar um banco de dados com representantes de diversos segmentos. Até quinta-feira, três religiosos - um budista e dois pastores, tinham aceitado.
"Estamos tentando romper preconceitos. Querem que a religião seja monopólio heterossexual, e não é. O homossexual também sente a necessidade de marcar religiosamente sua união", afirmou Welton Trindade, presidente da ONG Estruturação, de Brasília, ao jornal Folha de S. Paulo.

Mais de 90% dos gays possuem uma religião, segundo levantamento informal realizado pela ONG AGLT (Associação Goiana de Gays, Lésbicas, Travestis e Bissexuais). "Metade deles freqüenta a igreja. Alguns casais vivem juntos há anos e sonham em ter um casamento, mas enfrentam constrangimento e discriminação em suas igrejas", disse o presidente da AGLT, Léo Mendes.

São poucos os países que permitem legalmente o casamento gay. A Espanha é um deles, e libera também a adoção de crianças pelos casais de mesmo sexo. Fazem parte dessa lista Holanda, Bélgica, Canadá e Reino Unido.

Redação Terra

 

Fonte: Terra

Comente esta matéria
Título: ONGs buscam religiosos que celebrem casamento gay
Seu nome:
Seu Estado:
Seu e-mail:
Comentário:
Segurança: Confirme o código:
OBS.: Nos reservamos o direito de deletar toda e qualquer mensagem contendo palavões, baixarias ou até mesmo termos homofóbicos. Favor respeitar as devidas fontes de cada matéria.
Comentários
Não há comentários.