Mulheres protagonizam os primeiros casamentos homossexuais na Austrália

0

Dois casais de mulheres casaram-se este fim de semana na Austrália, nas primeiras uniões homossexuais legais no país.

Os primeiros casamentos homossexuais deveriam começar a realizar-se a 09 de janeiro, devido a um período de espera de quatro semanas após a aprovação da lei que legalizou o matrimónio entre pessoas do mesmo sexo, mas as mulheres obtiveram autorização para antecipar as cerimónias.

Lauren Price, 31 anos, e Amy Laker, 29, casaram-se no sábado, em Sydney, porque os respetivos familiares tinham viajado desde o País de Gales, no Reino Unido, para assistir àquilo que deveria ter sido uma cerimónia de compromisso.

Também Amy e Elise McDonald — que têm o mesmo apelido — receberam autorização em Melbourne, porque as suas famílias também tinham viajado do estrangeiro.

Para hoje estava marcado um terceiro casamento, entre Anne Sedgwick e Lyn Hawkins, de Melbourne, após 40 anos de vida em comum.

As mulheres foram dispensadas de aguardar até ao início de janeiro porque Lyn, com 85 anos, está na fase final da sua luta contra um cancro nos ovários.

Para segunda-feira, 18 de dezembro, está marcada a cerimónia de Cas Willow, 53 anos, e Heather Richards, 56 anos.

Cas está a ser tratada a um cancro da mama, que se alastrou para o cérebro.

As mulheres, que estão juntas há 17 anos, afirmam que o casamento vai tornar “completas” as últimas semanas juntas.

“Significa que a nossa relação não será apenas tolerada, será aceite”, disse.

A 07 de dezembro, o parlamento australiano aprovou o projeto de lei sobre a legalização do casamento entre pessoas do mesmo sexo.

A iniciativa foi apresentada depois de ter sido realizada uma consulta popular através dos correios (não vinculativa) em que a maioria dos participantes se mostrou favoráveis ao casamento entre duas pessoas do mesmo sexo.

A reforma faz da Austrália o 25.º Estado que legaliza os casamentos entre pessoas do mesmo sexo.

 

Delas

Compartilhar.

Sobre o Autor

Comments are closed.