Campanha visa a garantia de direitos dos LGBTs

Google+ Pinterest LinkedIn Tumblr +
Want create site? Find Free WordPress Themes and plugins.

Por: Isabela Veríssimo

O Brasil registrou 343 assassinatos de pessoas lésbicas, gays, bissexuais, transexuais e intersexuais em 2016. Num cenário onde uma pessoa LGBTTI é assassinada a cada 25 horas, resistência e persistência se tornam as palavras-chaves na luta pela garantia de direitos.

A coordenadora geral da  ONG Gestos – Soropositividade, Comunicação e Gênero, Alessandra Nilo, apresentou ontem, no Fórum Rodolfo Aureliano, a campanha #GestosPelaIgualdade. “A ação é direcionada aos operadores do Tribunal de Justiça de Pernambuco (TJPE), com o objetivo de falar sobre expressão de gênero, nome social, direito ao trabalho, e chamar a atenção da responsabilidade do papel que eles têm na garantia dos direitos das pessoas”, explicou.

Abby Moreira, transexual de 39 anos, relata que já foi vítima de violência ao usar o banheiro público. “Se entro no banheiro feminino, ficam olhando torto e comentando. Se entro no masculino, também sou agredida. A violência vem de várias formas. Usar o banheiro é necessidade básica, mas parece que esquecem que também somos gente”, relatou.

Recentemente, ela assumiu o cargo de guarda municipal com seu nome social e percebeu uma mudança de comportamento evidente nas relações. “As pessoas me veem de forma mais natural com essa conquista. Meu processo de identificação está em fase final. O comando da Guarda e a prefeitura têm conhecimento que sou Abby Moreira, essa é minha identidade”, declarou. A Gestos oferece apoio jurídico e psicossocial em favor dos direitos das pessoas LGBT. Informações pelo telefone (81) 3421-7670.

 

 

http://www.diariodepernambuco.com.br/app/noticia/vida-urbana/2017/10/25/interna_vidaurbana,728149/campanha-visa-a-garantia-de-direitos-dos-lgbts.shtml

Did you find apk for android? You can find new Free Android Games and apps.
Compartilhar.

DEIXE UM COMENTÁRIO